Resenha sem spoilers de Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo, vencedor do Óscar 2023

Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo

Resenha sem spoilers de Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo, vencedor do Óscar 2023

O filme Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo foi o vencedor do Óscar 2023 na categoria de Melhor Filme e está atualmente disponível via Prime Video. Na trama,  uma imigrante chinesa parte rumo a uma aventura onde, sozinha, precisará salvar o mundo, explorando outros universos e outras vidas que poderia ter vivido. Contudo, as coisas se complicam quando ela fica presa nessa infinidade de possibilidades sem conseguir retornar para casa. Demorei, mas assisti e trouxe a resenha do filme Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo! Será que é bom mesmo? Venha saber!

O filme tem sido amplamente discutido por sua natureza caótica e desconcertante. No entanto, os temas explorados no filme não são incomuns no mundo do cinema. Esses temas incluem o conceito de multiverso ou realidades paralelas, relacionamentos tensos, conflitos entre gerações, opressão social em várias manifestações, como familiares, governamentais, raciais e relacionadas a gênero, bem como o potencial de redenção por meio do amor, compaixão e compreensão. .

Ficha técnica

Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo

23 de junho de 2022 No cinema / 2h 19min / Ação, Comédia, Drama
Relançamento 2 de fevereiro de 2023
Direção: Daniel Scheinert, Daniel Kwan
Roteiro Daniel Scheinert, Daniel Kwan
Elenco: Michelle Yeoh, Ke Huy Quan, Jamie Lee Curtis
Título original Everything Everywhere All at Once
Não recomendado para menores de 14 anos

Sinopse:

Uma imigrante chinesa parte rumo a uma aventura onde, sozinha, precisará salvar o mundo, explorando outros universos e outras vidas que poderia ter vivido. Contudo, as coisas se complicam quando ela fica presa nessa infinidade de possibilidades sem conseguir retornar para casa. – Prime Video

Trailer:

Enredo

Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo

 

Em Tudo em Todo o Lugar ao Mesmo Tempo, acompanhamos uma sobrecarregada imigrante chinesa, Evelyn Wang (Michelle Yeoh) que com sua lavanderia à beira do fracasso e seu casamento com o marido covarde em ruínas, ela luta para lidar com tudo, incluindo um relacionamento ruim com seu pai crítico e sua filha (Stephanie Hsu). E, como se não bastasse enfrentar a crise pessoal, Evelyn precisa se preparar para uma reunião desagradável com uma burocrata impessoal: Deirdre (Jamie Lee Curtis), a auditora da Receita Federal. No entanto, à medida que a agente severa perde a paciência, uma inexplicável fenda no multiverso se abre, e se torna uma possibilidade para a exploração reveladora de realidades paralelas.

Evelyn parte rumo a uma aventura onde, sozinha, precisará salvar o mundo e impedir que uma entidade maligna destrua as finas e incontáveis ​​camadas do mundo invisível. Explorando outros universos e outras vidas que poderia ter vivido, as coisas se complicam ainda mais, quando ela fica presa nessa infinidade de possibilidades sem conseguir retornar para casa.

E tudo começou graças a problemas familiares

Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo

Um dos aspectos em evolução da personagem de Evelyn é seu papel em fazer a ponte entre as diferentes gerações de sua família. Nem sempre, ela sabia lidar bem com tanta coisa de seu trabalho, ao mesmo tempo que precisava cuidar de seu pai doente e de sua filha. A personagem de Yeoh é confrontada com crises que abrangem ambas as gerações, complicando ainda mais sua jornada. Da mesma forma, a recepção da narrativa adotada é caracterizada por um ritmo frenético, com universos que se cruzam e atores que assumem múltiplos papéis. Além disso, ela está passando por um momento crítico em seu casamento. E todos os problemas familiares são os pontos cruciais de sua jornada na vibe Marvel. Aliás, os efeitos especiais desse filme aqui estão melhores que os efeitos especiais dos últimos filmes da Marvel, hein?

Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo certamente capturou a atenção de boa parcela do público com sua abordagem única e conceito intrigante. O filme oferece uma experiência cinematográfica interessante, explorando as complexidades do tempo e da realidade de maneira cativante. A performance de Michelle Yeoh é notavelmente impressionante, demonstrando sua versatilidade ao interpretar múltiplas personagens de maneira convincente. Ke Huy Quan também foi notável, também interpretando múltiplos personagens e recebendo o Óscar de Melhor Ator Coadjuvante. Super merecido!

Como a grande fã da atriz que eu sou, achei realmente gratificante ver Michelle Yeoh finalmente receber o reconhecimento que merece com seu primeiro Óscar. Sua habilidade em dar vida a várias personagens dentro do mesmo filme é um testemunho de seu talento e dedicação à sua arte. No entanto,  tenho a sensação de que suas performances anteriores também mereciam prêmios, já que ela tem uma carreira repleta de papéis marcantes e filmes excepcionais.

Embora eu acredite que Tudo em Todo Lugar ao Mesmo Tempo não seja necessariamente o melhor filme já feito, ele consegue brilhar por sua originalidade e pelas reflexões que provoca. Como posso dizer? Compensou assistir, mas não é daqueles que queremos assistir 10 vezes. Só que não posso contestar o reconhecimento no Óscar 2023, uma prova do impacto que o filme teve na indústria cinematográfica. Ainda mais que o último Óscar trouxe uma vantagem muito boa: a visibilidade para pessoas fora do padrão Hollywoodiano e que são extremamente talentosas também.

Acompanhe as redes sociais e o portal da Nii-Sans Produções para sempre estar por dentro de novidades! Sempre trazemos tudo sobre os eventos de Goiânia, Brasília e região! Nós também temos tudo sobre universo do mundo cosplay, assim como do meio geek e do mundo dos animes e mangás em nosso portal!

Quer saber o que é shounen e as outras demografias de animes e mangás? Se sim, então confira também em nosso portal: Os gêneros e demografias de animes e mangás. Além disso, você também poderá ler aqui na Nii-Sans Produções: O Trio Sombrio Shounen que se popularizou no mundo dos animes e mangás e 5 mangás que você precisa ler.

Comentários

Comentários

Austra Caroline

Come to the Dark Side. We have coffee with cookies! ☕

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *